0
0 In Recipes

Panacotta com sabor a Natal

Hoje as cores são de Natal! O Cheirinho é a Panacotta de Frutos Vermelhos feitos com muito carinho pelas mãos da Joana Lobato – My Life, My Kitchen. A Eduarda dos Moinhos tem o condão de juntar pessoas e lugares bonitos, ou devo dizer sítios, já que só nos conhecemos (ainda!) virtualmente!

Desafiei a Joana para fazer uma receita deliciosa e cá está ela! Para quem gosta de receitas vegan (aqui em casa somos cada vez mais fãs!) esta é de experimentar e pode ser já hoje, sábado, sol lá fora e friozinho de inverno a instalar-se! Sabe bem qualquer receita que nos faça lembrar a época natalícia. Esta é para ser feita integralmente: desde a compota ao leite vegetal, que também pode ser feito em casa! Aproveitem para navegar pelo blog da Joana e com certeza na mesa hoje, não será só a Panacotta a fazer as maravilhas de todos!

Um destes dias a receita vai ser das rabanadas da minha mãe, de comer e chorar por mais, mas hoje, hoje vamos à Panacota deliciosa que a Joana criou. E que tal tirarem fotos depois de fazerem este manjar e #amorprasemprereceitas?

Obrigada Joana por esta maravilha e por partilhares com o Amor Pra Sempre este bocadinho de Natal da My Life My Kitchen!

panacotta de frutos vermelhos vegan

Panacotta de Frutos Vermelhos |Vegan|

Ingredientes

  • Para a panacotta (Faz 4)

1 colher de chá de agar-agar

2 colheres de chá de amido milho

1 lata (400ml) de leite de coco light (ou outro leite vegetal caseiro que goste)

2,5 colheres de sopa de geleia de arroz

1 colher de chá de extracto de baunilha

3 casquinhas de limão

 

  • Para a compota de frutos vermelhos

300g de frutos vermelhos congelados

1 colher de sopa de sumo de limão

150g de geleia de arroz

2 colheres de sopa de açúcar mascavado

 

  • Para decorar

frutos vermelhos frescos (usei cerejas, framboesas e mirtilos)

folhas de hortelã

 

Preparação

– Comece por confeccionar a compota. Coloque os frutos vermelhos, o sumo de limão, a geleia de arroz e o açúcar mascavado num tacho e misture. Leve ao lume, mexendo de vez em quando, tendo o cuidado de não deixar agarrar ao fundo do tacho, até que parte da água se tenha evaporado. Quando tiver uma textura mais espessa, de compota, apague o lume e reserve. Deixe arrefecer.

– Enquanto tem a compota ao lume, prepare as panacottas. Numa taça coloque o agar-agar e o amido de milho e misture com uma colher. Agora, pouco a pouco, vá juntando o leite vegetal, de modo a dissolver o conteúdo da taça e sem ficar com grãos. Transfira esta mistura para um tacho e junte as cacas de limão, a geleia de arroz e o extracto de baunilha. Leve ao lume, mexendo sempre. Deixe a mistura engrossar um pouco, devendo ferver pelo menos uns 5-6 minutos (caso contrário a acção gelificante do agar-agar não será activada). Retire do lume e distribua por taças. Leva ao frigorífico para solidificar (o ideal será de um dia para o outro).

– Finalmente chegou o momento de empratar! Desenforme cada panacotta para um prato e cubra com a compota. Decore com frutos vermelhos ao seu gosto e uma folhinha de hortelã e está pronto a comer e chorar por mais. Bom apetite.
NOTA: Nesta receita foi utilizado leite de côco light bio, sabor que se vai fazer sentir ao saborear a panacotta. Caso não seja apreciador de côco, sugiro-lhe o uso de um outro leite vegetal que goste, de preferência caseiro (sugestão de leite vegetal caseiro de macadâmias da minha eleição: https://jolifejokitchen.blogspot.pt/2016/08/leite-de-macadamias.html )

 

Fotos: Joana Lobato

You Might Also Like

No Comments

Leave a Reply

%d bloggers like this: